12/01/2018

12/01/2018

WiFi Q2 da Huawei promete resolver os problemas de cobertura do sinal WiFi


Chegou a altura de renovar o tarifário da internet fixa, pelo que já sei bem o que me espera. Estou bastante bem servido com o serviço da Vodafone, mas a renovação que me querem oferecer, tem por base condições piores que as do contracto que agora termina. A promoção de 1Gbps é tentadora, mas logo por azar, o cabo Cat 5E que passei em boa hora entre os dois pisos da casa, acaba por não sincronizar a mais que 100 Mbps.


A solução acabou por recair no powerline Devolo, que quase me permite esgotar os 200Mbps da actual ligação, mas isto obriga a que a segunda rede powerline não esteja a funcionar (interferências no sinal, com perda de velocidade). A bridge Gigagate, também da Devolo, poderia ser uma solução, mas o facto de não ter uma tomada de rede no local onde a recepção do sinal WiFi é mais forte, acabou por comprometer esta solução.

O WiFi Mesh está debaixo do meu radar e o WiFi Q2 agora apresentado pela Huawei, pode muito bem ser a solução que procuro. Este equipamento monta uma rede WiFi Mesh nos 5GHz, em conjunto com um módulo PLC  G.hn gigabit (powerline), pelo que segundo a marca, a cobertura nunca será um problema. O router dispõe ainda de um canal dedicado para as ligações IoT, assim como um processo de configuração em cinco passos, por forma permitir uma instalação rápida e fácil.

O WiFi Q2 permite uma ligação híbrida até 1867 Mbps, combinando a velocidade do WiFi Mesh com a do PLC, suportando até 192 equipamentos em simultâneo, com um máximo de 16 hotspots. Em termos de segurança, o router conta com um algoritmo anti brute-force, para uma navegação em segurança.



Em termos de preços e disponibilidade (que será global), pouco ainda se sabe. O Q2 irá estar disponível em três configurações:

  • Premium, com 3 módulos AC1200 com funcionalidade híbrida ($349?);
  • Regular, também com 3 módulos, mas apenas com WiFi mesh;
  • Base, com um router e um satélite.


Há que aguardar então pela chegada deste produto à Europa, mas garantidamente será algo que terei de baixo de olho, para verificar se será a solução para os meus problemas de cobertura do WiFi.

0 comments:

Publicar um comentário