24/07/2020

24/07/2020

Huawei garante segundo lugar no segmento de smartwatches



Num mercado que tarda em conseguir uma implementação verdadeiramente significativa, a Huawei conseguiu garantir o segundo lugar, resultado que avém de um elevado crescimento no seu negócio de smartwatches.




A Huawei expediu 2,6 milhões de smartwaches em todo o mundo, no primeiro trimestre de 2020, o que representa um crescimento de 118,5% face a igual período do ano passado, posicionando-se como número 2 no ranking mundial.

De acordo com o relatório Worldwide Quarterly Wearable Device Tracker, elaborado pela International Data Corporation (IDC), a Huawei foi a única marca a crescer mais de 100% no segmento de smartwatches, no primeiro trimestre de 2020.

O relatório da IDC mostra que a Huawei continua a crescer no segmento de smartwaches graças também à sua forte presença online e parcerias com o setor do retalho. Um crescimento que é impulsionado pelo mercado chinês, mas não só, uma vez que a Huawei também tem registado grandes progressos na Europa, América Latina e outros países asiáticos. O excelente desempenho da Huawei no segmento de smartwaches, durante o período em análise, deve-se sobretudo ao lançamento de novos produtos – Watch GT 2, lançado no final de 2019, e Watch GT 2e, no primeiro trimestre de 2020, – mas também à otimização constante das funcionalidades ligadas aos exercício físico e saúde.

No total, foram colocadas 72,6 milhões de unidades de wearables (smartwatches, pulseiras e auscultadores inteligentes) em todo o mundo, no primeiro trimestre de 2020, o que equivale a um aumento de 29,7% em relação ao ano anterior. Apesar deste resultados positivos, o segmento dos smartwatches representou uma queda 7,1%, tendo sido expedidas 16,9 milhões de unidades de relógios inteligentes primeiro trimestre de 2020.

Shen Yun, Country Manager da Huawei CBG em Portugal, salienta que “os smartwatches da Huawei trazem vantagens relativamente aos seus concorrentes na gestão e monitorização da saúde e bem-estar físico, bem como ao nível da bateria, qualidade de construção e um design moderno e dinâmico inspirado nos estilos clássicos, fatores relevantes para o consumidor na hora da compra. Relembro que, no ano passado, este segmento registou um crescimento de +500% em Portugal, e de acordo com as nossas estimativas, em 2020, este crescimento deverá manter-se em parte também devido às circunstâncias atuais, que com os ginásios limitados, encontraram nos smartwatches o seu assistente de desporto”.

A Huawei tem feito uma aposta forte no segmento de wearables, lançando vários modelos como Watch GT2 masculino e feminino, a Band 4 e Freebuds, que respondem às exigências dos consumidores. Entre Janeiro e Março de 2020, a Huawei expediu 8,1 milhões de wearables, o que representa um acréscimo de 62,2% em relação ao ano anterior, conquistando uma quota de mercado de 11,1% em todo o mundo.


Experiência integrada entre o smartphone e smartwaches são a chave para o sucesso 
A estratégia da Huawei 1 + 8 + N (1" refere-se aos smartphones, "8" inclui PCs, tablets, TVs, áudio, óculos, relógios, e auscultadores; "N" refere-se a escritórios móveis, casas inteligentes, desportos e saúde, entretenimento audiovisual e produtos de viagem inteligentes), permite criar um ecossistema que agrega todos os equipamentos da marca, oferecendo aos consumidores uma experiência integrada com o smartphone, incrementando o desempenho na área da saúde e bem-estar físico.

0 comments:

Publicar um comentário