12/11/2020

12/11/2020

Lycamobile: comparativo preços Portugal - Espanha - França

A propósito dos operadores piorarem os tarifários para os consumidores portugueses, chegando até ao ponto de fazerem regressar os limites de dados nas ligações fixas(!), temos também o exemplo da disparidade dos tarifários da Lycamobile entre Portugal, Espanha e França.

Enquanto os operadores de primeira linha nacionais vão tentando distorcer a realidade, incessantemente insistindo que os portugueses estão muito bem servidos com os serviços que lhes são oferecidos - sendo por mera "coincidência" que os tarifários fiquem alinhados praticamente ao cêntimo; também os operadores móveis virtuais, que usam as suas redes acabam por ser um reflexo das condições que existem nos diversos países.

Olhando-se para a Lycamobile, a diferença das condições e preços praticados em Portugal, Espanha e França, é esclarecedora e dissipa toda e qualquer dúvida sobre o que se passa.

Enquanto em Portugal os portugueses são convidados a pagar 15 euros para terem 5 GB de dados, 600 minutos de chamadas nacionais e umas ridículas 100 SMS nacionais; em Espanha esses mesmos 15 euros dão acesso a 14GB de dados, chamadas e SMS nacionais ilimitadas, e 50 minutos de chamadas internacionais (e sem entrar na área dos ordenados médios em Portugal face a Espanha).

E se isto já revela um panorama péssimo face ao nosso país vizinho, então face a França a coisa torna-se ainda pior. Em França, por 14.99 euros fica-se com acesso a 50GB(!) de dados, para além das chamadas e SMS nacionais ilimitados, e 120 minutos para chamadas internacionais.


Não há mesmo volta a dar quanto ao que os nossos operadores de telecomunicações estão a fazer no nosso país, e em que em vez de nos aproximar do resto da Europa, está inexplicavelmente a fazer precisamente o oposto; piorando os tarifários disponíveis - conforme demonstrado pelo regresso dos limites de dados em patamares de tarifários que, há uns meses atrás, permitiam ter ligações ilimitadas a velocidades imensamente superiores.

0 comments:

Publicar um comentário