18/08/2016

18/08/2016

Huawei P9 Lite mostra o que vale



O Huawei P9 lite é o novo modelo de gama média da marca sul-coreana e chega ao mercado nacional com o objectivo de bater a concorrência neste importante segmento onde existe uma concorrência cada vez mais feroz. Equipado com um processador Kirin 650 de 64 bit octa-core, com quatro núcleos a 1.7GHz e outros quatro núcleos a 2GHz, o P9 lite conta com 3 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno, dos quais apenas estão disponíveis cerca de 10 GB. O processamento gráfico fica a cargo dum GPU Mali-T830MP2.
O ecrã LCD do P9 lite mede 5,2 polegadas e apresenta uma resolução full HD, uma evolução relativamente ao ecrã HD do seu antecessor. O slot para cartões permite a utilização simultânea de dois cartões nano SIM ou um nano SIM e um cartão micro SD (até 256GB) para expansão do armazenamento interno. O sistema operativo deste P9 lite é o Android 6.0 Marshmallow e, tal como acontece nos restantes modelos da Huawei, o interface EMUI, na sua versão 4.1, vem camuflar o interface de origem da Google.

A principal novidade do P9 lite vai para o sensor de impressões digitais, inexistente no seu antecessor, e que aparece colocado na parte traseira do equipamento.


O P9 lite vem demonstrar que a Huawei continua apostada em aumentar ainda mais a sua quota no mercado móvel, apresentando equipamentos de qualidade, não só no segmento alto, mas também na gama média.

Tal como já acontecia com o P8 lite, o P9 lite revela ser uma boa escolha para quem quer um equipamento de qualidade mas não está na disposição de pagar um balúrdio por um smartphone de gama alta. No entanto, com tanta concorrência na gama média do mercado de smartphones, poderá ser um pouco complicado justificar os cerca de 330 euros que a Huawei indica como preço recomendado para o P9 lite no mercado nacional.

Podem ler a análise na sua integra no AadM.

0 comments:

Enviar um comentário