10/12/2016

10/12/2016

Huawei Nova - design e acabamentos de eleição


Depois de no ano passado nos ter apresentado um smartphone com novo design, a Huawei renova essa aposta com algumas particularidades muito interessantes. O design é claramente inspirado no bem sucedido Nexus 6P, mas estando mais refinado e bem conseguido, com este Nova a aparecer num corpo mais delgado, que acaba por se encaixar melhor na mão.


O Huawei Nova

A parte frontal é dominada pelo acabamento 2,5D. Em cima, a câmara de 8MP e uma coluna de som, em baixo o logótipo da marca. Na traseira, como já referido, aquilo que poderia ser um descendente do Nexus 6P. Em cima, câmara de 12MP e flash, um pouco mais em baixo o sensor de impressão digital.

Do lado esquerdo, apenas o adaptador para o cartão SIM e microSD. Do lado oposto, os botões de volume e power, que aparecem muito bem localizados. Em cima, o jack 3,5mm e um microfone, em baixo a porta micro USB tipo C e a saída de som.

O nível de acabamentos está à altura daquilo que a Huawei já habitou os seus clientes. O corpo em metal combina harmoniosamente com o ecrã 2,5D. A traseira tem ligeira curvatura que permite um melhor encaixe na mão do utilizador. E não faltam detalhes como um anel vermelho no botão de power lhe confere um toque de requinte.

Em termos de hardware, a Huawei fez uma aposta algo inesperada; em vez e recorrer ao seu HiSilicon Kirin optou por um Snapdragon 625 da Qualcomm. Este é um processador octa-core a 2.0 GHz com núcleos Cortex-A53 pensados para um desempenho com menor consumo energético. Temos ainda um ecrã de 5" com resolução Full HD, 3GB de RAM, 32GB para armazenamento, câmaras de 12MP e 8MP e uma bateria de 3020mAH. O sensor de impressão digital continua a ser um dos destaques dos equipamentos desta marca, posicionado na parte traseira e com um desempenho de elevada qualidade.



Em conclusão

O Nova aparece inesperadamente no catálogo de produtos da Huawei, marca que já tinha vários equipamentos neste segmento de mercado. A sua apresentação gerou alguma surpresa, mas o contacto prolongado com o equipamento deu-nos a conhecer um terminal que até ao momento não tinha igual na marca Chinesa.
Este Nova é um smartphone que prima por um design de excelência, com acabamentos de elevada qualidade. Pessoalmente, não tenho dúvidas em apontar este terminal como o mais bem conseguido da Huawei em termos estéticos, com um superior conforto em utilização. Não sei quais os planos para o P10, mas este design é sem dúvida um vencedor.

Em termos de desempenho, temos um smartphone que será capaz de responder sem problemas às solicitações do dia a dia. Falta-lhe no entanto um pouco mais de pujança para ter o comportamento dos topos de gama. Sendo um gama média-alta, é algo que acaba por se aceitar com naturalidade.

O Nova será por certo um equipamento que terá uma boa aceitação no mercado nacional. Em termos estéticos vai facilmente convencer o consumidor, que apenas se poderá retrair em função do valor pedido. Neste segmento de preço há bastante oferta, alguma com outros argumentos, pelo que será apenas uma questão de escolha, por parte de quem compra.

Podem ler o artigo na sua integra no AadM

0 comments:

Publicar um comentário