05/12/2016

05/12/2016

Tiny Archers


O cenário do Tiny Archers leva-nos de volta à era medieval, onde será necessário defender o nosso reino do ataque dos inimigos.


Para defender o reino podemos controlar três arqueiros, um humano, um anão e uma fada, cada um dos quais com as suas características especiais, mas todos com o mesmo objectivo de matar os inimigos e evitar que estes conquistem o seu reino.


Os inimigos são goblins, trolls e outros seres tenebrosos que parecem saídos de um conto fantástico, e com diferentes tipos de ameaças para o reino, e consequente maior ou menor facilidade em serem mortos.


Ao longo do jogo podemos (e devemos) ir melhorando as armas que temos ao nosso dispor para conseguirmos ir ultrapassando as dificuldades acrescidas de cada um dos mais de 70 níveis.


E se ao princípio os inimigos aparecem apenas por um lado, com o avançar do jogo estes começam a aparecer por dois e três lados quase em simultâneo, dificultando ainda mais a tarefa de defender o reino.


Os gráficos e animações do Tiny Archers estão bem feitos e por vezes conseguimos ver a acção tal e qual como se fossemos uma seta apontada à cabeça dos inimigos. Um ponto curioso deste jogo é que, apesar da constante matança de inimigos, podemos optar por ver ou não o seu sangue quando morrem.


Apesar de achar um jogo interessante, não gostei do modo de apontar as setas; por vezes pareceu-me que não conseguia apontar para onde queria, pois o "apontador" das setas não queria seguir as minhas indicações.




0 comments:

Publicar um comentário