19/01/2018

19/01/2018

Xiaomi ainda não disponibilizou kernel do Mi A1


A Xiaomi pode portar-se bem nalgumas coisas, mas há outras em que continua a deixar bastante a desejar: como na disponibilização do código fonte do kernel do Mi A1.


Como se não bastasse ser um equipamento com Android One, a Xiaomi - assim como todos os fabricantes de equipamentos Android - está obrigada a disponibilizar o código fonte dos seus kernels, por exigência da licença GPLv2 do kernel Linux utilizado.

Infelizmente, muitos fabricantes parecem ignorar por completo esse requisito, havendo até alguns (como a MediaTek) que até tentaram cobrar aos utilizadores que exigiam o acesso a esta informação. Já outros, como a Motorola (Lenovo), parecem preferir disponibilizar código fonte que não coincide com o que está nos seus equipamentos, levantando bastante suspeitas quanto ao que estarão a tentar esconder...

No caso da Xiaomi, a marca tem disponibilizado os kernels publicamente, mas com um atraso relativamente grande face, motivo que levou à queixa de Francisco Franco, que esperava poder trabalhar um pouco no Mi A1... mas não o pode fazer até que a marca disponibilize o kernel.

Esperemos que o facto de ser um smartphone com Android One feito em parceria com a Google possa ajudar a desbloquear a situação quanto antes... pois não há qualquer motivo para que se demore tanto tempo a disponibilizar código que deveria ser, desde o primeiro momento, open-source.


Publicado originalmente no AadM

0 comments:

Publicar um comentário