06/01/2019

06/01/2019

Xiaomi Mi 5 e Redmi Note 3 chegam ao fim da linha


A Xiaomi deu uma péssima prenda de Natal aos fãs, anunciando o fim do suporte oficial para os populares Xiaomi Mi 5 e Redmi Note 3.


Se ninguém põe em causa a receita de sucesso da Xiaomi, de produzir smartphones de excelente qualidade a preço reduzido, que lhe permitiram conquistar fãs a nível mundial; por outro lado há também que vá dando valor à questão do suporte a longo prazo - e que adquire importância ainda mais relevante numa altura em que os smartphones com dois ou três anos continuam perfeitamente utilizáveis e funcionais.

No caso da Xiaomi, a marca tem tradicionalmente tido um comportamento decente, fazendo chegar a sua MIUI a todos os seus smartphones (mesmo que nem sempre isso seja acompanhada por uma actualização do sistema Android que se tem "por baixo). Mas agora, surpreendeu os fãs pela negativa, ao revelar que a próxima actualização da MIUI será a última para o Mi 5 e Redmi Note 3.

Embora seja um anúncio que fica em linha com o suporte pedido pela Google (de 18-24 meses), não nos podemos esquecer que o Mi 5 era o seu modelo topo de gama de 2016, e que ainda haverá muitos milhões deles em actividade. Ao fechar as portas a futuras actualizações, a Xiaomi está a dar um sinal claro que considera que está na altura de todas essas pessoas trocarem para um Xiaomi mais recente... o que poderão não ser compatível com os interesses ou planos das mesmas.

Talvez esteja na hora de reequacionar se realmente faz sentido lançar tantos modelos, e se não seria preferível, em opção manter um suporte mais prolongado... pelo menos para os seus topo de gama. Senão, como acham que isso irá fazer sentir alguém que esteja a comprar um Mi 8 neste momento, se começar a pensar que daqui por dois anos ficará com um smartphone automaticamente obsoleto devido à falta de actualizações?

Por: Carlos Martins



0 comments:

Publicar um comentário