23/12/2019

23/12/2019

Motorola justifica atraso no Razr com um inesperado interesse dos consumidores


Lá diz o ditado, não há duas sem três. Depois de vermos sucessivos atrasos no lançamento do Galaxy Fold e do Huawei Mate X, é agora a vez da Morola fazer o mesmo com o seu Razr. Segundo a marca, um inesperado interesse por parte do público, levou a que o lançamento do produto fosse adiado.


Apresentado oficialmente em Novembro, o Razr tinha o seu início de pré-venda previsto para o dia 26 de Dezembro, com as primeiras unidades a chegarem ao mercado logo no início de 2020 (9 de Janeiro). Este planeamento, apesar de ambicioso, passível de ser cumprido, pois a Motorola teve mais do que tempo para aprender com os erros cometidos pela Samsung e Huawei. A realidade vêm-nos no entanto mostrar um cenário bem diferente, conforme o mostra o comunicado publicado pelo site The Verge.

Since its announcement in November, the new Motorola razr has received unparalleled excitement and interest from consumers. Demand has been high, and as a result, has quickly outgrown supply predictions.

Motorola has decided to adjust razr’s presale and launch timing to better meet consumer demand. We are working to determine the appropriate quantity and schedule to ensure that more consumers have access to razr at launch.

We do not anticipate a significant shift from our original availability timeline.

A Motorola justifica esta sua decisão com base no elevado interesse que o Razr rapidamente conseguiu junto do público, o qual superou largamente as previsões iniciais da marca. A pré-venda e a data de lançamento são assim adiadas, por forma garantir um stock inicial que permita a que todos os interessados consigam adquirir o smartphone dobrável da Motorola.

Quanto a datas e ao contrário do que aconteceu aquando da apresentação oficial, a Motorola não avança com qualquer previsão, informando apenas que não prevê que as mesmas venham a sofrer uma grande derrapagem no tempo.

Com um Mate X confinado ao mercado chinês (e um novo modelo a apresentar no MWC - com ou sem Google Apps?!?!?) e o Razr sem data definida para chegar ao mercado, quem acaba por ficar numa posição vantajosa é a Samsung, com o seu Galaxy Fold a ser o ´"único" dobrável disponível para aquisição.

0 comments:

Publicar um comentário