27/02/2020

27/02/2020

120Hz no ecrã do Galaxy S20 têm elevado peso na autonomia


O modo de 120 Hz no Galaxy S20 torna o ecrã duplamente mais fluido, mas esse benefício também se faz ressentir - e bem - na autonomia.


Equipado com uma bateria de 5000 mAh, o Galaxy S20 Ultra tem desde logo a obrigação de ter uma autonomia livre de preocupações. Num teste de autonomia, o S20 Ultra conseguiu praticamente atingir as 12 horas quando utiliza o modo normal de 60 Hz, mas quando se activa o modo de 120 Hz a duração cai para as 9 horas e 13 minutos - praticamente menos 3 horas.



De notar que isto acontece com a limitação da resolução quando se activa o modo de 120 Hz, pelo que será provável que o impacto seja ainda maior quando / se a Samsung desbloquear o modo de 120 Hz com a resolução total.

De qualquer forma, há que ter em conta que isto será algo que ficará ao critério de cada utilizador. Quem privilegiar a autonomia poderá ficar-se pelo modo de 60 Hz (a par de outras opções que permitem poupar a bateria limitando o desempenho); quem preferir usufruir da fluidez adicional saberá que o pode activar sempre que assim o desejar, mas que isso será acompanhado por consumo acrescido.

Com o actual interesse nos modos de refresh rate elevado, é de imaginar que nos próximos anos se assista a um aumento da eficiência da utilização destes modos nos smartphones, com chips e ecrãs optimizados para isso, e que eventualmente façam com que deixe de ser necessário "pensar no assunto".


0 comments:

Publicar um comentário