14/02/2020

14/02/2020

Huawei devolve acusações de espionagem aos EUA


A guerra entre EUA e Huawei continua, desta vez com a Huawei a devolver as acusações mais recentes de espionagem que foram lançadas pelos EUA.


Os EUA lançaram nova acusação de que a Huawei teria backdoors de acesso aos equipamentos instalados nos operadores de telecomunicações. Agora, é a Huawei a contra-atacar, apresentando uma série de pontos que têm sido frisados repetidamente por todos os que não têm ficado convencidos pela cantiga dos EUA.

A começar, referem a continuada ausência de provas que demonstrem a tal espionagem que os EUA dizem que está a ser feita. Depois relembram que seria impossível fazerem a tal espionagem indetectada, já que os operadores têm os seus próprios sistemas de segurança, que facilmente detectaria qualquer tipo de acesso não autorizado ou transferência de dados - relembrando ainda que são os próprios governos que definem a existência de qualquer backdoor implementado, para acesso por parte das suas agências de inteligência / autoridades. E por fim, relembram também que são os próprios EUA que têm um longo historial de espionagem e manipulação de produtos, não deixando de relembrar as revelações feitas por Edward Snowden.

Veremos se os EUA realmente comprovam as suas acusações com provas concretas; sendo que, de uma forma ou de outra, me parece que se estarão a colocar num beco sem saída. É que, independentemente de quem tiver mais / menos razão, a única solução será apostar em sistemas de encriptação que garantam a segurança - e isso é precisamente algo que os EUA não querem fazer, já que preferem manter o acesso aos dados pelos habituais "motivos de segurança". A questão é que... se esse acesso aos dados for possível para o uso dito "legítimo", também o será inevitavelmente para todos os demais usos ilegítmos.

0 comments:

Publicar um comentário