14/04/2020

14/04/2020

Apps de mensagens e videochamadas já se atrapalham


Em época de proliferação do tele-trabalho forçado devido ao coronavirus somos confrontados com a enorme quantidade de apps e serviços de mensagens e videochamadas - sendo este também um cenários que não deixa de ser esclarecedor quanto à falta de rumo da Google nesta questão.


No exemplo que se segue, vemos aquilo que será um panorama comum para muitos utilizadores, com uma pasta dedicada às apps de videochamadas e mensagens, onde o elemento de destaque não é o facto de por lá podermos encontrar mais de uma dúzia de apps, mas sim por quase metade delas serem apps da Google!



Entre apps como o Zoom, Skype e Teams, temos - só da Google - as apps: Hangouts, Voice, Chat, Meet, e Google Duo. Um cenário que se torna algo ridículo quando se considera que a mais antiga delas, o Hangouts, já fazia (e continua a fazer) tudo o que as outras fazem... e mais até. No entanto, a Google continua no seu caminho de o fazer desaparecer, não se percebendo como é que espera que em lugar de uma só app os seus utilizadores passem a utilizar as restantes quatro ou cinco (se não surgirem mais algumas novas entretanto - e isto só porque o Google Allo que entretanto tinha sido lançado, já foi encerrado.

Infelizmente, parece que nem o coronavirus vai fazer com que a Google acerte o rumo no que diz respeito às comunicações... e todos os seus concorrentes agradecem. Praticamente todas as pessoas com quem falava diariamente via Hangouts já se mudaram para o Messenger ou WhatsApp... e duvido que estejam dispostas a regressar a qualquer serviço de mensagens da Google.

0 comments:

Publicar um comentário