15/05/2020

15/05/2020

Oppo abre o jogo quanto aos efeitos do carregamento rápido

Com muitos fabricantes a apostarem em sistemas de carregamento rápido com cada vez maior potência, a Oppo relembra também o lado negativo dos mesmos: a redução significativa da longevidade das baterias.


Numa altura em que a Oppo já anuncia sistemas de carregamento rápido de 65W, terá também confirmado que a utilização do seu sistema de 40W já reduz a capacidade das baterias para 70% no mesmo número de ciclos que, se fossem feitos a 15W, permitiria manter uma capacidade de 90%.



O impacto dos carregamentos rápidos há muito que é conhecido, mas é algo que tem ficado "esquecido" na guerra pelo lançamento de sistemas de potência cada vez maior, que se focam apenas no aspecto de conseguir recarregar um smartphone no menor tempo possível. Talvez seja altura de também começarem a apresentar como isso vai reduzir o número de ciclos possíveis.

Isto sem prejuízo dos sistemas que também tentam contrariar esse efeito, como os que mantêm a bateria a 80% da carga máxima durante a noite, e só carregam o resto de forma a que os 100% sejam atingidos quando o utilizador costuma retirar o smartphone do carregador - já que manter a bateria continuamente a 100% também a desgasta mais rapidamente, e isso é algo que aconteceria durante ainda mais tempo com um carregador rápido usado para carregar um smartphone durante a noite.

Pelo menos seria simpático se, os fabricantes que lançam smartphones com carregadores rápidos, incluíssem opções nos mesmos para permitir que o carregamento continuasse a ser feito de forma lenta - sem se ser forçado a recorrer a carregadores "fraquinhos" para conseguir esse efeito - ou definindo um limite de carga máxima (como os tais 80%). Deixando que os carregamentos rápidos de grande potência, ou até aos 100%, fossem apenas utilizados em situações em que tal fosse mesmo necessário.

0 comments:

Publicar um comentário