16/06/2020

16/06/2020

TSMC prepara produção da nova geração de chips


Depois dos chips de 5nm, a TSMC revelou que já se começou a preparar para a produção de chips de 3nm, que começará a fazer já no próximo ano e estará apta para fazer em grandes volumes em 2022.


A redução do tamanho dos elementos nos chips tem sido uma das evoluções que tem repetidamente superado todas as expectativas desde a criação do primeiro circuito integrado em 1958. O processo equivale basicamente à resolução que é possível ter no interior destes circuitos integrados, significando que na mesma área é possível incluir muitos mais circuitos ou, para um mesmo circuito, se torna possível fazê-lo numa área bastante mais reduzida, com vantagens em termos de custos e de consumos energéticos mais reduzidos.


A TSMC é uma das poucas empresas que já tem capacidade para produzir chips em 5nm, com os rumores a indicarem que a próxima geração de chips da Apple, o A14 para os iPhones, e os novos chips ARM que irão aplicar aos Macs, já serão feitos neste processo. Mas a empresa não tem estado parada, e já deu início à preparação de linhas de produção de 3nm que espera ficarem funcionais já em 2021 e prontas para iniciar a produção em volume na segunda metade de 2022.

Para se ficar com uma ideia do tipo de evolução que isto representa, o primeiro chip 8086 da Intel de 1978 usava um processo de fabrico de 3000nm. Quatro décadas mais tarde, estamos a falar de algo com elementos mil vezes mais pequeno, que começam a aproximar-se do tamanho de moléculas de DNA (2.5nm) e dos próprios átomos (0.5nm).


Por: Carlos Martins

0 comments:

Publicar um comentário