03/09/2020

03/09/2020

Galaxy Z Fold 2 chega com dobradiça melhorada e novo ecrã frontal


A Samsung já apresentou oficialmente o seu novo Galaxy Z Fold 2, que na prática já era conhecido graças aos muitos leaks que revelaram as suas novidades ao longo dos últimos meses.


O novo Galaxy Z Fold 2 acaba por ser aquilo que o Galaxy Fold original deveria ter sido, contando com ecrã reforçado - agora com UTG (Ultra-Thin Glass) - que dispensa o monstruoso notch do original, com sistema de dobradiça revisto, e também um ecrã exterior full-screen. Alterações que desde logo o tornarão mais apetecível visualmente, e mais prático de utilizar no dia a dia.


O ecrã AMOLED interior dobrável é de 7.6" com 2208x1768 pixeis e pode funcionar a 120Hz (mas nesse caso baixa a resolução para Full HD - não se percebe porque motivo a Samsung impõe essa restrição num modelo topo de gama que vai custar mais de 2000 euros), ecrã AMOLED exterior de 6.2" de 2260x816 a 60Hz, CPU Snapdragon 865+ para todos os mercados (não vai haver versão com Exynos), 12GB de RAM, 256GB UFS 3.1, câmaras de 12MP + 12MP wide angle + 12 MP telefoto, câmara frontal de 10MP, câmara frontal interior de 10MP, conectividade WiFi 6, Bluetooth 5, 5G com mmWave, UWB, e bateria de 4500mAh com carregamento wireless.


O Galaxy Z Fold 2 consegue aguentar-se aberto com o ecrã em variados ângulos (de 75º a 115º), tirando partido das apps que possam funcionar em Flex mode (por exemplo, mostrando um vídeo na parte levantada e comentários na parte que fica pousada). Mas, tal como o original, quando fica dobrado continua a deixar um ligeiro espaço entre as secções dobradas no lado da dobradiça - contribuindo para os quase 17mm de espessura com que fica. Algo que também demonstra o feito da MS ao conseguir fazer com que o Surface Duo se fique pelos 9.9mm quando dobrado.

O preço é de 1949 euros para a Europa, sendo de esperar que para Portugal acresçam mais uns euros por conta do IVA e da taxa da cópia privada.


0 comments:

Publicar um comentário