31/10/2016

31/10/2016

Cubot Manito mostra o que vale


O Cubot Manito já não deverá ser novidade para a grande maioria dos leitores. O seu preço de combate e hardware bastante competente, fazem deste smartphone um caso de estudo, mas o melhor mesmo é ver em pormenor como se comporta este terminal.


A primeira impressão, tem sempre grande peso na forma como encaramos qualquer situação e este Cubot Manito marca logo pontos pela positiva. Poderá ao leitor considerar que tal não será possível num smartphone de 80€, mas neste caso é bem verdade. Já o referi anteriormente, o sector feminino mais novo cá de casa mostrou-se logo interessado no equipamento. Vá-se lá saber porquê...


O Cubot Manito é composto por um corpo em metal que se materializa exteriormente através de um anel maquinado a toda a volta do equipamento. Na parte frontal, o ecrã com um anel de PVC a proteger o mesmo, o que poderá ser muito útil nos impactos inusitados no solo. Em cima, a câmara e a coluna para chamadas, em baixo os botões "menu, home e voltar".

A porta micro USB e a ligação para um jack de 3,5mm estão na parte superior do Cubot, na inferior um microfone. Do lado direito botões para volume e power, a esquerda é "limpa".


A capa traseira de plástico é removível e dá acesso aos slots para os cartões SIM e SD. A bateria é assim passível de ser trocada.


Apesar de ser em plástico, a cor dourada acaba por lhe conferir um aspecto bastante interessante, chamando à atenção do utilizador. A curvatura nesta zona acaba por permitir um encaixe confortável na mão. As 137g é que são ao pesadas...


Em utilização

Convém antes de tudo lembrar que estamos na presença de um smartphone com um processador destinado ao mercado de gama de entrada/média baixa. Há portanto que ajustara bitola para este tipo de hardware.


O processador MediaTek MT6737 é uma evolução do muito famoso MT6735 que equipa muitos dos smartphones de gama baixa que encontramos no mercado. Não sendo um fórmula 1, é capaz de um despenho interessante, principalmente nos terminais com ecrãs com resolução HD como este Manito da Cubot. O facto de ter 3GB de RAM também ajuda. O armazenamento de 16GB, fica com apenas 11GB disponíveis, mas este valor até nem é muito mau, diga-se. Apenas a lamentar a velocidade do mesmo (67 / 30MB/s), que acaba por não contribuir para o desempenho ainda mais fluído, mas por 80€...

Em termos de desempenho, não há grandes falhas, sendo até possível jogar PokéMon Go com alguma paciência, pois o jogo acaba por ser algo pesado. O Clash Royal também funciona sem problemas até à altura em que ambos os jogadores decidem colocar a carne toda no assador. Aí, o Manito sofre um bocado, mas dá para jogar.

A bateria de 2350mAh é algo curta, mas dá para um dia se não abusarem do equipamento.


O Android 6.0 Marshmallow não apresenta grandes alterações, opção que naturalmente se saúda. Interessante o facto de a Cubot disponibilizar uma aplicação para controlo do ecrã, permitindo entre outros, um nível de brilho e contraste extra, ideal para utilização no exterior.

Uma nota positiva para as frequências do 4G, que cobrem a oferta das operadoras nacionais. O WiFi ac foi uma surpresa, quando temos smartphones de muitas centenas de euros sem suporte para esta norma.


Os botões físicos têm uma sensibilidade algo "dura", é preciso pressionar com maior força do que normalmente fazemos num ecrã, facto que obriga a alguma habituação. O facto de não serem retro-iluminados dificulta a utilização em ambientes com pouca luz.


As câmaras (8MP /1.3MP) não fazem milagres, mas são 80€, por isso não esperem grande detalhe. Com boa luz, a coisa até não fica nada mal.


Apreciação final


São 80€ de smartphone. Posto isto, se querem um terminal para fazer chamadas, jogar uns jogos e consultar o Facebook (através do browser...), este Cubot Manito é uma boa opção. Não tem muito que enganar, até porque tem muito boa pinta.

O processador é competente, o ecrã tem resolução HD e tem 3GB de RAM, que até são em excesso para este tipo de equipamento. Mais valia armazenamento mais rápido e só 2GB de RAM.

O som e as câmaras são fraquinhos, mas mais uma vez, não se pode ter tudo por este preço.

Agora só têm de esperar por nova promoção, pois neste momento está a ~100€ e aí a coisa fica mais complicada.

0 comments:

Enviar um comentário