14/09/2017

14/09/2017

Qualcomm mostra que Apple é boa a copiar


A Qualcomm parece querer reacender as velhas guerras entre fanboys Android e de iPhones, aproveitando o lançamento dos novos iPhone 8, para declarar que os Androids são os primeiros a inovar e que a Apple se limita a copiar.


Não sendo segredo que muitas das vezes a Apple espera que uma tecnologia amadureça antes de a adoptar (normalmente implementando-a com algum "detalhe" que a torna mais fácil de utilizar), este relato da Qualcomm não deixa de fazer transparecer algum rancor e atitude de "mau perder",muito possivelmente ligado aos processos que tem em tribunal contra a Apple.

Os pontos referidos coincidem precisamente com as novidades que se esperam nos novos iPhone 8 e iPhone X, incluindo coisas como o ecrã sem margens, touchscreen resistente à água, ecrã OLED, reconhecimento por íris, etc. e referindo smartphones Android que supostamente terão sido os primeiros a ter essa tecnologia.

O problema é que para que esta lista tivesse credibilidade seria preciso não terem sido cometidos alguns erros. Por exemplo, é indicado o Xiaomi Mi Mix como sendo o primeiro smartphone "sem margens", quando o Sharp Aquos Crystal já o fazia vários anos antes; nos ecrãs OLEDs refere o LG Flex 2 de 2015, ignorando o Google Nexus One de 2010; ou até referindo modelos que ainda nem sequer chegaram ao mercado (como o LG V30).

Mas, se nesses casos até se lhes pudesse dar o benefício da dúvida, temos também a utilização de um sistema de detecção de profundidade via luz estruturada (um sistema que se acredita que o iPhone X possa usar para detectar um rosto em 3D - embora pessoalmente me parece que a detecção 3D será feita via "tracking" como o que é feito no ARKit) e que a Qualcomm contrapõe com um "Qualcomm Reference Design Handset"(!) ou seja, basicamente um protótipo que visa apenas servir de demonstração para que os fabricantes possam avaliar essas tecnologias antes de as implementarem nos seus produtos. Também nessa categoria inclui o seu sensor de impressões digitais debaixo do ecrã... que nem sequer tem disponível (só deverá chegar ao mercado no final deste ano).


Enfim... a Qualcomm que fique lá com os seus recordes de ser primeira a inovar em muitos campos; não me parece que isso vá incomodar a Apple enquanto for a primeira a recolher 90% dos lucros de todo o segmento dos smartphones...

Publicado originalmente no AadM

0 comments:

Publicar um comentário