03/01/2018

03/01/2018

Detalhes dos novos Helio P40 e P70 revelam GPU Mali-G72


A Qualcomm detém uma posição forte no mundo mobile, estando presente em todos os segmentos de mercado, mas é na gama média e alta, que a qualidade dos seus produtos mais se faz sentir. A Samsung com os seus Exynos e mais recentemente a Huawei com os Kirin, conseguem bater-se ombro a ombro com a Qualcomm, mas o mesmo não se passa com a MediaTek.


A decisão de abdicar da série X, centrando-se na série P, mostra bem as dificuldades que a MediaTek tem sentido para conseguir bater-se nos segmentos de gama média-alta.


Tendo em conta as informações agora vindas a público, os novos processadores para a série P poderão constituir-se como boas armas, para lutar com a concorrência no segmento de gama média. Em termos de arquitectura, a MediaTek aposta em processadores octa-core, com quatro núcleos A73 para tarefas onde o poder de processamento é o mais importante, e outros quatro A53, para as tarefas menos exigentes.

A GPU é a grande novidade, com a opção a recair no Mali-G72, também utilizado pela Huawei no Kirin 970, se bem que numa configuração bem mais potente. Ao contrário deste último, que apresenta 12 núcleos (o Mali-G72 pode ir até 32), a MediaTek apostou em três núcleos no P40 e quatro no caso do P70.

Há agora que aguardar pela chegada ao mercado dos primeiros smartphones com estes processadores, para se poder avaliar o seu desempenho no mundo real.

0 comments:

Publicar um comentário