18/04/2018

18/04/2018

EUA fecha a porta à ZTE - Sailfish da Jolla pode ser alternativa?


As guerras políticas e financeiras entre os EUA e a China tiveram agora mais um desenvolvimento, com o US Commerce Department a proibir as firmas Americanas de vender hardware e software à ZTE durante os próximos sete anos.


Esta decisão parece estar a preocupar os responsáveis pela ZTE, que poderão ver-se impedidos de utilizar o Android da Google nos seus equipamentos. É certo que a ZTE fica sempre com a possibilidade de utilziar o Android AOSP, mas este por si só, apenas é solução para o mercado chinês, que sobrevive sem os serviços da Google. Para os mercados ocidentais, a ZTE terá obrigatoriamente de utilizar as apps e funcionalidades que a Google disponibiliza para o Android e este pode vir a ser um grande problema par a marca Chinesa.

Há que recordar uma recente decisão da Google, que decidiu tornar obrigatória a certificação dos equipamentos que irão correr os seus serviços. É certo que existe sempre a possibilidade de contornar esta limitação, mas a ZTE não poderá contar com os utilizadores para executar os procedimentos necessários para correr as apps da Google no Android.

Não é garantidamente uma situação confortável para a ZTE, que se vê numa posição muito ingrata, face às alternativas existentes no mercado. O Sailfish da Finlandêsa Jolla surge assim numa posição privilegiada para tomar o lugar do Android, isto depois de a Rússia ter piscado o olho a esta empresa. Seria por isso uma situação bastante curiosa, com a ZTE a firmar um acordo com uma empresa associada ao governo Russo. A ver vamos o que daqui vai sair.

0 comments:

Publicar um comentário