02/04/2018

02/04/2018

Vida difícil para a armada chinesa low cost


A Google está a endurecer a luta contra a utilização indevida das Google Apps em equipamentos Android não certificados, o que irá chatear muitos utilizadores e pressionar muitos fabricantes a tomarem decisões importantes.


O acesso à conta Google é algo que todos os utilizadores tomam por garantido num equipamento Android, mas que nem sempre é feito da forma correcta pelos fabricantes. Oficialmente, as apps da Google (incluindo coisas com o Gmail, Google Calendar, e a própria Play Store) só podem ser incluídas de origem num smartphone caso este tenha sido certificado pela Google; mas muitos fabricantes optam por dispensar esse passo... e até ao momento, podiam fazê-lo sem grandes repercussões - mas isso deixará de acontecer, pois a Google começou a bloquear o acesso às Google Apps nos Android não certificados.


O efeito mais imediato é que muitos utilizadores ficarão com um smartphone Android "inutilizado", sem acesso aos serviços da Google nem Play Store; com a Google a atirar a culpa do problema para o fabricante, por não ter tratado da certificação - o que não deixa de ser correcto, mas de pouco consolo para o utilizador final que fica com um "tijolo" nas mãos.

Esta será uma forma da Google de pressionar ainda mais os fabricantes para que decidam que caminho querem seguir: ou tratam da certificação e põem tudo em ordem... ou então deixam de poder "aproveitar-se" dos serviços da Google.


Se por um lado se podem perceber as motivações da Google, de querer garantir que a sua experiência Android tem um mínimo de segurança e qualidade; por outro lado este tipo de medida pode ter consequências que não eram as esperadas. Em vez de se ter mais fabricantes a apostar em coisas como o Android One (que seria o desejado), podemos acabar por ter mais fabricantes a apostar em ecossistemas Android alternativos, como já acontece na China e por todos os que não querem usar os serviços do Google nem Play Store (não faltam app stores alternativas).


Para saberem se estão sujeitos a encontrar aquele aviso, podem dar um salto às informações nas definições da Play Store, que indicará se o vosso dispositivo está certificado ou não.

Nota adicional: para os utilizadores de custom ROMs é possível registar dispositivos manualmente para terem acesso às Google Apps - com um limite máximo de 100 dispositivos por Android ID.

0 comments:

Publicar um comentário