11/04/2018

11/04/2018

Sally's Law


Uma belíssima aposta de um estúdio indie que já fez parte da lista dos melhores jogos de 2016, Sally's Law da Nanali Studios, é um jogo de plataformas que está temporariamente gratuito na Play Store.


Sally recebe a pior das notícias, o seu pai está muito doente, e ela tem de deixar a cidade para trás e correr para a sua cidade natal para ir ter com o seu pai. Esta viagem é cheia de perigos, mas tudo correrá pelo melhor, pois o espírito do seu pai estará ali sempre a acompanhá-la e a mantê-la longe dos perigos.


Já ouviram falar na Lei de Murphy, certo? Pois há uma lei oposta, que é a Lei de Sally, que diz de alguma forma que tudo irá correr bem. Neste caso as coisas correm bem para Sally, porque nós controlamos os movimentos do espírito do seu pai, abrindo-lhe as portas e eliminando as "armadilhas" que podem aparecer no caminho de Sally.


O jogo tem um conceito muito interessante, onde nos põe a jogar alternadamente, primeiro com Sally, a qual teremos que fazer saltar entre plataformas e evitar cair em algum buraco, e onde se pode ver ao mesmo tempo os seus pensamentos e a sua história em pequenos balões de texto. De seguida o ecrã faz zoom out, e passamos a controlar o espírito do pai de Sally, a percorrer mais ou menos o mesmo caminho, mas com ele temos de encontrar as chaves para abrir as portas para Sally, e saltar por cima das armadilhas para que não façam mal à sua filha.

Ao mesmo tempo estamos a ver os movimentos de Sally, que veremos mais para a frente serem muito importantes planear com antecedência, pois o pai de Sally usará a filha para poder saltar para plataformas mais altas, às quais não chega de forma natural, veremos desta vez os pensamentos do pai de Sally, o seu lado da história.


A narrativa é muito interessante, e conta-nos uma história bem real que acontece a muitos pais e filhos, de encontros e desencontros, de vidas ocupadas com trabalho, e de amor incondicional. No fundo uma história que queremos ler até ao final, levando-nos a avançar rapidamente através dos 5 grandes capítulos para a concluir.


O jogo não chega a ficar extremamente difícil, e faz-se muito bem, apesar de aparecerem algumas mecânicas novas, com os saltos do pai sobre Sally, e os portais para saltar rapidamente de um local para o outro. Este é um belíssimo jogo indie com um visual muito interessante que não vão querer deixar de experimentar, e que podem desde já verificar pela trailer do jogo aqui em baixo.



Por Bruno Ramalho

0 comments:

Publicar um comentário