03/08/2018

03/08/2018

Pocket City


Eis que é finalmente chegado o dia de passarmos a ter um verdadeiro Sim City nos nossos smartphones. Ao contrário de alguns que prometeram tanto mas que se perderam algures no caminho, o jogo Pocket City da Codebrew Games, é tudo aquilo que os fãs do conceito do Sim City original estavam à procura, e ainda mais.


Começamos em modo de tutorial, tudo muito simples, são precisas casas para atrairmos pessoas para virem morar para a nossa cidade, e são necessárias zonas industriais para que as pessoas possam trabalhar e ganhar dinheiro, e também zonas de comércio onde se pode gastar o dinheirinho e gerar dinheiro para a cidade em impostos.

É claro que nada disto funciona se não houver os serviços básicos de electricidade e água, por isso há que tratar disso imediatamente, e como estamos no início e não há muito dinheiro, temos de optar por soluções mais poluentes para o fornecimento de electricidade, o que é uma chatice com o aquecimento global aí à porta e tal. Mas nada que não seja contrabalançado com a plantação de algumas árvores para deixar o ar mais limpo e as pessoas felizes.


Sim, há que ter cuidado com a felicidade das pessoas, e para isso vamos visitando as estatísticas da cidade, e se vemos que a felicidade está em baixo, há que construir zonas de entretenimento, uma praia aqui, um parque ali, etc. É também aqui que podemos ter uma ideia daquilo que precisamos de construir para manter a cidade equilibrada, assim como na parte superior do ecrã que nos mostra com três barras verticais quais as zonas que têm mais procura no momento (comércio, residências, indústria).

O modo de tutorial inicial pode ser desactivado pelos profissionais de jogos de simulação de cidades como o Sim City, mas acho que está muito bem conseguido, e vai-nos dando pequenas missões e objectivos de forma faseada à medida que vamos subindo de nível e novos edifícios e estruturas vão sendo desbloqueados. Seja como for, há até um modo Sandbox onde podemos construir livremente sem limites de dinheiro e espaço, para quem quiser perder a cabeça.

As missões mantêm-nos focados naquilo que precisamos de fazer a seguir para ganhar mais algum dinheiro e experiência, mas neste jogo somos livres de seguirmos o caminho que nos bem apetecer. Há que ter cuidado no entanto que o crime e os incêndios estão já ali ao virar da esquina, e há que estar preparado. Isto e os famosos desastres naturais que têm o péssimo hábito de destruir por completo a cidade (isto pode ser desactivado, mas os desastres naturais fazem parte da vida, por isso é deixar essa opção quietinha).


Pocket City não decepciona, é o Sim City que toda a gente aguardava há imenso tempo para chegar aos seus smartphones. Ao nível gráfico é impecável, sendo possível fazer zoom in até bem perto das ruas, sendo possível ver as pessoas a caminhar e aquilo que estão a pensar, inclusive vê-las a festejar nos vários eventos que vão acontecendo na cidade. O burburinho e sons da cidade é algo sempre presente, e está muito bem conseguido para nos manter imergidos no ambiente que nos rodeia.

Se passarem pelas definições vão descobrir mil e uma coisas para melhorar a experiência no smartphone, como por exemplo escolher entre jogar com o equipamento na vertical ou na horizontal, mudar a qualidade dos gráficos (o que pode ajudar a correr melhor em smartphones mais antigos, ou mesmo para poupar um pouco a bateria) e a taxa de refrescamento do ecrã, etc. Temos aqui um jogo bem completo que recomendo vivamente a qualquer fã deste tipo de jogo.

O Pocket City está disponível numa versão gratuita, com publicidade e onde faltam algumas funcionalidades premium, que estão apenas disponíveis na versão completa, que custa €2,39 - nenhuma das versões tem as tradicionais compras "in-app".


Pocket City Free

Pocket City - €2,39

Por Bruno Ramalho

0 comments:

Publicar um comentário