03/08/2018

03/08/2018

Huawei Nova sem Android 8 Oreo, mas com actualizações de segurança mensais


O Huawei Nova foi um smartphone que acabou por não ter o sucesso que por certo a marca anteviu para o nosso mercado, facto que por certo contribuiu para que os modelos seguintes, não fossem comercializados por cá.


O (in)sucesso comercial deste modelo, deve ter sido um dos factores que levou a marca a "esquecer" a actualização para o Android 8 Oreo. Há que recordar que o Huawei Nova foi apresentado aquando da IFA 2016 em Berlim, na altura com Android 6 Marshmallow, tendo a marca actualizado o smartphone para Android Nougat, alguns meses após o seu lançamento. Tendo em conta que se trata de um smartphone que ainda não tem dois anos de mercado, era de esperar que o mesmo tivesse sido seleccionado para receber o Android 8, mas tal facto não veio a acontecer, com a Huawei a acabar por penalizar os seus clientes.

A marca chinesa assumiu o compromisso de melhorar a sua prestação no campo das actualizações e pelo que tem sido possível acompanhar nos últimos meses, há uma nova postura perante este assunto, com as actualizações a chegarem aos smartphones da Huawei. Este processo de update não se tem limitado exclusivamente aos topo de gama, com smartphones de gama média a receberem actualizações, com uma nova versão do Android.



Sem Android 8 Oreo, mas com actualizações de segurança mensais

No caso do Huawei Nova e como já referido, não houve update para Android 8, mas a Huawei tem vindo a disponibilizar actualizações de segurança de forma bastante regular, já estando nesta altura a ser distribuído um update com o security patch de Agosto.

É sem duvida uma excelente melhoria na prestação da Huawei, com as actualizações a chegarem a vários smartphones, ao mesmo tempo que os patch de segurança vão sendo lançados com uma base mensal. Sendo uma prestação positiva, não desculpa contudo este esquecimento do Huawei Nova, mesmo com a atenuação da disponibilização dos security patch, pois a um candidato a número 1 do mercado de smartphones, exige-se sempre mais.

0 comments:

Publicar um comentário