19/03/2019

19/03/2019

Asus adia (ainda mais) o update para Android 9 Pie


A Asus tem vindo a apresentar melhorias significativas no seu segmento mobile, tanto a nível de hardware, como de software. A sua ZenUI está cada vez mais leve, deixando de apresentar paletes de aplicações com utilidade, no mínimo, questionável.


A actualização dos smartphones Asus, está longe de igualar as melhores prestações no segmento mobile, o que por si só já nos transmite um cenário bastante negativo, pois não há uma marca que se possa apontar como exemplo a seguir.

No lançamento do Zenfone 4, a Asus fez questão de anunciar a disponibilização do Android 8 Oreo para todos os equipamentos que estavam a ser apresentados, assim como os da linha ZenFone 3, lançados no ano anterior. Este acabou por ser um anuncio surpreendente, pois representava uma clara melhoria na prestação da Asus, no campo dos updates do Android. Para satisfação dos seus clientes, a Asus voltou a repetir este procedimento, confirmando o Android Pie para a série ZenFone 5.

O ZenFone 5 já se encontra a correr Android 9 Pie, mas nem todos os equipamentos desta série tiveram a mesma sorte, havendo ainda um conjunto de smartphones a aguardar a disponibilização desta actualização. O ZenFone Max Pro (M2) recentemente lançado pela Asus, é disso exemplo, com a marca a colocar no mercado um smartphone a correr Android 8 Oreo, mais de 6 meses depois da apresentação oficial do Android 9 Pie.

A marca por certo que tem noção desta lacuna, mas até ao momento, não era conhecida uma declaração formal sobre o assunto. Foi a Asus Índia a vir a público clarificar o assunto, começando por pedir desculpas pelo atraso, tendo posteriormente avançar com uma data para o update do ZenFone Max Pro (M2).

Segundo a Asus, até 15 de Abril, o update vai ser disponibilizado, pelo que quem tenha este smartphone, terá de esperar ainda cerca de um mês até poder instalar o Android 9 Pie. Se tivermos em linha de conta que em menos de 5 meses vamos ter a próxima versão do Android a ser apresentada, não restam grandes dúvidas que as actualizações continuam a ser um dos calcanhares de Aquiles, da Google e dos seus parceiros OEM.


0 comments:

Publicar um comentário