21/05/2019

21/05/2019

EUA baixa a guarda - Huawei garante 90 dias sem restrições e promete não se dar por vencida


 A notícia do bloqueio que os EUA decidiram impor à Huawei, acabou por colocar o mundo Android em polvorosa. O facto de a Google se ver obrigada a fechar a porta à marca chinesa, impede que esta tenha o acesso a novas versões do Android  e respectivas actualizações de segurança, ficando limitada ao Android Open-Source.

Tal como se previa, este processo será alvo muitos avanços e recursos, facto comprovado com o adiamento de 90 dias para a entrada em vigor do "bloqueio" ao acesso a tecnologia norte-americana. Desta forma, a Huawei poderá continuar a comprar componentes electrónicos ou ter acesso a serviços digitais como os da Google, ficando para já a situação "resolvida".

A Huawei garante que irá cumprir com todas as obrigações legais, ao mesmo tempo que procurará trabalhar com a Google , no sentido de encontrar forma para contornar as restrições aplicadas.

Há seguramente muitas manobras de bastidores a decorrer (há muito que os EUA têm feito campanha contra a Huawei)... mas é no mínimo suspeito que os EUA estejam a querer tornar a Huawei no "inimigo público nº 1", quando na Europa temos vários países a reforçar a sua confiança nos produtos da marca chinesa, apostando na marca chinesa para o fornecimento de equipamento 5G. 


Serão os europeus umas criaturas ingénuas, que não conseguem ver o "perigo" apregoado pelos EUA? Ou será simplesmente uma questão de recordar que nos últimos anos, quem mais tem sido apanhado a espiar-nos tem sido precisamente os EUA - e que neste momento o seu Presidente em credibilidade zero em tudo aquilo que faz?

0 comments:

Publicar um comentário