28/09/2016

28/09/2016

Qual a marca que oferece um smartphone mais seguro?


Quem anda atento às notícias, facilmente se apercebe de alguns artigos de opinião, que no mínimo poderão ser considerados altamente subjectivos. Nem todos os conteúdos podem ser analisados de uma forma linear, pelo que é normal que por vezes surjam artigos que geram para polémica, fruto da sua natureza. Contudo, esta não poderá nunca servir de suporte para opiniões não fundamentadas.

As actualizações e os problemas de segurança que afectam o Android, são dois dos assuntos que constantemente é alvo de estudos e análises. Sendo um tema que me interessa particularmente, vou procurando seguir com atenção os artigos que são publicados sobre o tema.

Uma das publicações que me chamou à atenção, prendia-se com o facto de a Samsung ser considerada a marca mais segura, pois lançava periodicamente actualizações de segurança para os seus equipamentos. Quem segue o mundo Android mais de perto, independentemente ou não de ter um Samsung, sabe que esta afirmação não corresponde à realidade. Contudo, um estudo publicado pela Duo Security afirma exactamente o contrário. Pois bem, nada como contrapor esta afirmação com factos.

O Galaxy S6 tinha sensivelmente um ano de mercado à data da publicação do artigo (Julho) e o patch de segurança datava de Maio. Facilmente constatamos que o estudo acima referido tem uma base que não possibilita uma correcta determinação dos factos. São dois meses de atraso face aos Nexus, e a Duo Security coloca os Samsung no mesmo patamar dos smartphones da Google!


Pouco tempo antes da publicação deste estudo (28 Junho), foi publicado um outro em que a Huawei era apontada como uma empresa que mantinha os smartphones com o patch de segurança actualizado. O Nexus 6P fazia parte do estudo, quando sendo um Nexus, nunca deveria acontecer.

Mais uma vez, recorremos a um equipamento recente, neste caso o Huawei P9, para verificar qual a data do seu patch de segurança. Em Julho tínhamos um patch de Junho, o que era bastante bom. O problema está no facto de nos encontrarmos no final de Setembro e o P9 continua sem ser actualizado!

Facilmente se constata que a situação está longe de ser a desejável, mas o estudo em questão apontava para um cenário bem diferente.

Não é só nas questões de segurança que estes casos ocorrem. Recentemente publicámos uma notícia onde a Motorola era apontada como a empresa que mais rapidamente lançava actualizações. Olhando para o gráfico que suporta esta afirmação, podemos concluir que a mesma corresponde à verdade.

Contudo, uma análise mais atenta permite verificar um cenário diferente e talvez mais interessante. Apesar de ser a primeira a lançar, a Motorla não é a marca que mais rapidamente consegue chegar a um maior número de equipamentos.
Outro aspecto importante é o facto de estes dados divergirem de mercado para mercado, tendo as operadoras um papel muito importante na disponibilização das actualizações.

A Sony neste estudo aparece em último lugar. É um facto que a marca decidiu atrasar o lançamento da actualização para o Android Marshmallow, mas após ter sido disponibilizada, esta versão do Android chegou a um alargado leque de equipamentos, o qual não tem por certo comparativo com as outras grandes marcas. Sendo melhor, não é contudo o ideal, pois muitos equipamentos de gama média e possivelmente todos os de entrada ficaram pelo caminho.

Com a apresentação destes exemplos, pretendo apenas alertar os leitores para a necessidade de enquadrar os estudos e suas conclusões, retirando daí as devidas ilações. Por vezes, há várias formas de apresentar os mesmos dados e a subjectividade pode levar a interpretações menos felizes.

0 comments:

Publicar um comentário