21/03/2017

21/03/2017

Samsung deverá apostar numa redução da resolução do ecrã no Galaxy S8


Enquanto não chegam as baterias de nova geração, os fabricantes vão recorrendo a diferentes estratégias para melhorar a experiência de utilização dos seus equipamentos. A OnePlus tem o Dash Charge no seu OnePlus 3T e a Qualcomm utiliza o Quick Charge. A Huawei optou por implementar o SuperCharge no Kirin 960, o qual permite um dia de utilização em apenas 20 minutos de carga.

A Samsung por seu turno, parece mais apostada diminuir o consumo à custa de uma redução da qualidade de imagem, optando permitir a utilização de uma menor resolução do ecrã.


Esta decisão não é propriamente novidade, pois a Samsung já fez algo idêntico a quando da actualização dos Galaxy S7 e S7 Edge para Android Nougat. A reposição da resolução original não era propriamente complicada, como tivemos oportunidade de apresentar e o feedback dos utilizadores deverá ter sido altamente positivo, razão que terá levado a Samsung a repetir a dose no novo Galaxy S8.

Assim, quem decidir comprar o novo topo de gama da marca Coreana, vai ter a possibilidade de escolher de entre três resoluções, 1480x720, 2220x1080 ou 2960x1440. O ecrã WQHD+ poderá desta forma funcionar a uma resolução mais baixa, HD+ ou FHD+.

Desta forma, a Samsung espera aumentar ainda mais a autonomia do seu novo smartphone. Não que este não venha de origem preparado para um dia de utilização intensiva (não se pode exigir menos a um topo de gama), mas com a redução da resolução, o consumo energético será menor, com um natural reflexo na duração da bateria.

0 comments:

Publicar um comentário