26/04/2017

26/04/2017

Novo malware pode ter infectado mais de 2 milhões de equipamentos


Uma das melhores formas de evitar malware no Android, é limitar a instalação de aplicações ao Google Play, que sendo uma fonte oficial, oferece um nível de garantias que outro tipo de lojas não conseguem disponibilizar. Sendo mais seguro, o Google Play não está contudo isento de problemas, como já por diversas vezes demos conhecimento Infelizmente há um novo caso reportado pela Check Point que faz referência a um conjunto de aplicações-guias que escondiam código malicioso, tendo as mesmas sido instaladas muitos milhares de vezes.


"False Guide", foi a designação atribuída pela Check Point, devido ao facto de este malware apenas estar presente em aplicações que serviam de guias para jogos. Este tipo de malware foi muito bem pensado, pois necessita de pouco desenvolvimento e utiliza o nome de jogos conhecidos para chamar à atenção do público. Logo quando é instalado, solicita acesso de administração, o que para os utilizadores com menos conhecimentos, implica dores de cabeça extra para remover o malware.

Na primeira utilização, o malware descarrega novos módulos que lhe vão permitir apresentar anúncios não desejados, garantido receitas extras a terceiros. Mais preocupante no entanto, será a possibilidade de utilizar a aplicação para outros fins, como ataques DDoS.

Após ser notificada pela Check Point, a Google removeu as aplicações infectadas, mas as mesmas estiveram disponíveis durante alguns meses, o que lhes garantiu instalações na ordem dos dois milhões, segundo os números avançados pela autora do estudo.


0 comments:

Publicar um comentário