05/07/2018

05/07/2018

Como ter um smartphone Huawei a correr Android "Puro" sem EMUI


Todas as marcas procuram encontrar formas de se diferenciarem dos seus concorrentes e as interfaces são por norma um dos aspectos que habitualmente é utilizado para este fim. A Huawei não foge a esta tendência, tendo desde cedo apostado no desenvolvimento da sua Emotion UI, agora conhecida como EMUI.


As primeiras versões da EMUI, apesar de apresentarem funcionalidades interessantes, acabavam por pecar no design, pensado para os mercados orientais. Ao longo dos anos, a Huawei tem vindo a melhorar a EMUI e a versão 5.0 foi um marco importante, como tivemos oportunidade de analisar,  aquando do teste do Mate 9.


Pese embora a EMUI esteja actualmente muito mais próxima do Android que a Google disponibiliza, há quem continue a preferir um Android "Puro", mas esta alteração nem sempre é fácil de efectuar. A instalação de um firmware alternativo, necessita que o bootloader esteja desbloqueado, algo que a Huawei ainda possibilita, se bem que só até final deste mês. Se vai mudar de ideias, não sabemos, pelo que se estão a pensar entrar no mundo das custom ROM, o melhor será pedirem o vosso código de desbloqueio aqui: LINK



O projecto OpenKirin vem dar uma lufada de ar fresco às custom ROM, para um conjunto alargado de smartphones Huawei. Sendo um fã incondicional do Android Puro, não poderia deixar passar esta oportunidade, sem experimentar um dos fimwares alternativos que estão disponíveis no site do projecto.

A escolha recaiu sobre o LineageOS, apenas por ser a opção que me pareceu estar num estado de desenvolvimento mais avançado.

O processo de desbloqueio do bootloader e o flash da ROM são feitos via fastboot (têm que ter o mesmo disponível no PC). Para utilizarem esta ferramenta, é necessário terem instalados os drivers da Huawei, algo que pode ser feito através da instalação do HiSuite (basta ligar o smartphone ao PC com o cabo USB C e proceder à instalação). Caso o smartphone não seja reconhecido quando no modo fastboot, instalem este fix.

NOTA: o desbloqueio do bootloader apaga TUDO o que tiverem no smartphone, apps, fotos e afins.


Requisito prévio: tem que activar as opções "Enable OEM unlock" & "USB Debugging" nas developer option.


Para entrar em modo fastboot, devem desligar o smartphone e certificarem-se que o HiSuite não está a correr em segundo plano. Com o smartphone desligado, carregar em volume (-) e ligar de seguida o cabo USB ao PC.


Através do comando fastboot oem unlock XXXXXXX , vão desbloquear o bootloader. Os XXXXX correspondem ao código que (ainda) é fornecido pela Huawei.





Com o bootloader desbloqueado, já vão poder efectuar o flash do firmware alternativo. Escolhida a versão que pretendem instalar e efectuado o seu download, devem gravar o ficheiro img na mesma directoria onde está o fastboot (para facilitar o processo).



Para efectuar o flash do firmware, têm que entrar novamente em modo fastboot e executar o comando  fastboot flash system NOMEDOFIRMWARE.img. Tenham atenção ao nome do ficheiro e não façam como eu, que flashei as open-gapps na partição system! 


 No final da instalação e antes do primeiro arranque, devem entrar em modo recovery. Como desbloquearam o bootloader, ao reiniciarem o smartphone, vai aparecer (sempre) uma mensagem no ecrã (imagem em cima).



Para conseguirem entrar em modo recovery, devem carregar em Power + VolUp, e esperar que o smartphone volte a reiniciar (sentem uma vibração) e só devem soltar os dois botões quando aparecer a o texto "your device is booting now" (imagem em cima).


Para efectuarem o reset, seleccionem a opção "wipe data/factory reset".


Com este firmware modificado, passam a contar com uma ROM sem a EMUI, algo que poderá ser interessante para os fãs do Android "Puro". Devem no entanto ter em conta que algumas (?) das funcionalidades e optimizações que a Huawei disponibiliza, vão deixar de estar de estar disponíveis. Esta é uma situação que será necessário acompanhar e testar, para se verificar quais as diferenças em termos de utilização do equipamento.

0 comments:

Publicar um comentário