13/09/2018

13/09/2018

Huawei: opção de utilizar o modo de desempenho passa a ficar a cargo do utilizador


Em resposta à polémica da batota nos benchmarks, a Huawei vai passar a disponibilizar a activação manual do modo de desempenho, para que os utilizadores o possam aplicar às apps que bem entenderem.


A Huawei corrigiu a mão. Manteve o modo de alto-desempenho, mas passa a caber ao utilizador a definição das apps o podem utilizar, deixando o mesmo de estar limitado às aplicações de benchmark. Tal como se exigia, esta foi uma resposta célere à situação, evitando que a polémica adquirisse proporções ainda maiores.

O modo de alto-desempenho é conseguido à custa de um consumo bastante elevado e que poderá fazer com que o smartphone entre em "thermal throttling" por conta do aquecimento excessivo, algo que faremos questão de testar assim que possível.

Para já, com o Mate 10 Pro em modo de alto desempenho, os resultados de uma ronda de 5 testes de benckmark não deram origem a quebras nos resultados, mas haverá que efectuar mais testes, por forma a avaliar o impacto desta medida.

Caso a intenção tivesse sido a eficiência energética, teria sido mais interessante um sistema ao estilo dos OnePlus, que faz um "overclock" temporário durante fracções de segundo. Estas ocasiões, como o lançamento de apps, são suficientemente breves para não gerar calor excessivo ou consumos anormalmente elevados, mas que resultam numa melhoria da experiência de utilização do equipamento para os utilizadores.

O ideal seria que este modo de alto-desempenho nos Huawei fosse integrado no sistema de A.I., capaz de ir aprendendo o tipo de utilização que é dado ao equipamento. Desta forma, poderia ser utilizado para acelerar estes momentos rápidos, em vez de ser apenas usado para os benchmarks ou apps a tempo inteiro, o que acabaria por se tornar bastante mais interessante.

0 comments:

Publicar um comentário