11/10/2018

11/10/2018

A importância da comunidade na actualização do smartphone: Android ou MIUI, qual é os utilizadores preferem ver actualizado?



Android actualizado para a última versão, ou actualizações frequentes, com patch de segurança em dia? Qual será afinal a melhor opção para o consumidor?
Estas são perguntas que não têm uma resposta simples e directa, mas nada impede que nos possamos debruçar sobre o assunto, até porque o problema das actualizações está longe de ter um fim à vista.


O Redmi Note 4(X), foi um dos smartphones Xiaomi que mais sucesso obteve no mercado, de tal forma que a marca chinesa optou por reutilizar o seu hardware em outros smartphones lançados posteriormente. Esta tem sido uma política habitual na Xiaomi, que vai lançando novos smartphones, sem mudar a base do hardware do equipamento.

A MIUI 9.5 chegou em Março deste ano e as actualizações com os patch de segurança, têm sido disponibilizadas de forma regular, com o Redmi Note 4 a ter nesta altura um patch com data de Setembro. A MIUI 10 está a caminho, mas ainda sem data prevista para chegar a este smartphone,  lançado em Setembro de 2016, tendo por isso já dois anos de mercado.




Nesta questão da MIUI, há que ter um aspecto em atenção, pois a Xiaomi actualiza muitos modelos para a última versão da MIUI, mas mantém a versão do Android. No caso deste Redmi Note 4, temos ainda o Android Nougat e a actualização para a MIUI 10, não deverá alterar estar situação.

É uma situação que acaba por não ser uma novidade no mundo Xiaomi. Os utilizadores saberão à partida, que o compromisso da marca é com as actualizações da MIUI. A versão do Android é um aspecto acessório, não sendo por isso considerado prioritário para a marca chinesa.

O sucesso do Redmi Note, abriu-lhe várias portas, com a comunidade de developers a dedicar uma particular atenção a este smartphone, disponibilizando várias Custom ROM para o mesmo. Há opções para todos os gostos, com várias versões estáveis baseadas no Android 8 Oreo, como é o caso do LineageOS 15.1.

Há inclusivamente ROMs baseadas no novo Android 9 Pie, mas ainda numa fase inicial de desenvolvimento, não sendo por isso a melhor opção para quem pretende utilziar o smartphone no dia a dia.

Um smartphone com uma elevada comunidade de utilizadores e developers, acaba assim por ser uma boa opção, para quem pretende um smartphone actualizado durante um longo período de tempo. No caso deste Redmi Note 4, o utilizador acaba por ter uma vantagem acrescida, pois a Xiaomi continua a suportar o equipamento, se bem que, sem actualizar a versão do Android.

0 comments:

Publicar um comentário