04/10/2018

04/10/2018

iPhone XS Max não consegue bater o Huawei P20 Pro no índice DxOMark


Um mercado sem concorrência, tem tendência para estagnar. O facto de o Android ter estado durante muitos anos a anos luz do iOS, obrigou a Google a investir fortemente no desenvolvimento do seu sistema operativo para os equipamentos móveis.


As câmaras são outro bom exemplo onde a concorrência levou a que a Samsung e a Huawei se empenhassem decididamente, no desenvolvimento de melhores produtos.

A pareceria que a Huawei estabeleceu com a Leica, rapidamente começou a dar os seus frutos, tendo atingindo um nível de referência com o P20 Pro, ao conquistar o primeiro lugar no índice DxOMark, facto que foi suportado pelas análises independentes publicadas a nível global.

Aguardava-se com expectativa pelo lançamento dos novos iPhones, para se verificar até que ponto a Apple seria capaz de manter o nível de desenvolvimento e inovação, que durante muitos anos lhe garantiu rasgados elogios na área da fotografia.

Algumas análises entretanto publicadas, já faziam antever o desfecho que ficámos agora a conhecer através dos testes do DxOMark. O novo iPhone obteve uma excelente classificação, mas ficou aquém das expectativas, não conseguindo bater o resultado do Huawei P20 Pro.

Não é uma situação muito preocupante, pois o resultado obtido foi de elevada qualidade. Há no entanto que contar com o lançamento do Pixel 3 e o Mate 20 Pro da Huawei, equipamentos que poderão cavar uma maior diferença para o novo iPhone XS Max, que só deverá conhecer um sucessor no terceiro trimestre de 2019.

Espera-se que a Apple possa naturalmente inverter esta situação, pois será uma forma de obrigar os pesos do Android a manterem o seu empenhamento no desenvolvimento de smartphones, capazes de obter ainda melhores fotografias. O consumidor só terá a ganhar com esta luta entre as marcas que  actualmente dominam o segmento mobile.

0 comments:

Publicar um comentário