30/10/2018

30/10/2018

Resultados da Sony em queda, com apenas 1,6 milhões de smartphones no terceiro trimestre de 2018


A Sony comercializa um leque alargado de tipologias de artigos, com os smartphones a representarem apenas uma reduzida fatia dos volume total de vendas. Numa altura em que o mercado de smartphones está mais competitivo que nunca, a marca Japonesa continua a ter grandes dificuldades em manter uma posição condizente com a qualidade dos seus produtos.


O Xperia XZ3 chegou de forma inesperada, poucos meses depois de a Sony ter apresentado o Xperia XZ2 em Barcelona. O novo modelo apresenta um design renovado, o Android 9 Pie acabadinho de ser lançado pela Google e um ecrã em destaque, conseguido receber rasgados elogios.

As actualizações têm sido uma área onde a Sony tem dado cartas, com os Xperia XZ2 e XZ2 Compact a serem dos primeiros smartphones a receberem a actualização para o Android 9 Pie, tendo apenas sido batidos pelos Essential Phone, OnePlus 6 e Nokia 7 Plus.



Estes argumentos não têm contudo sido suficientes para cativar os consumidores, com a Sony a conseguir vender apenas 1,6 milhões de smartphones no terceiro trimestre de 2018, isto quando no período homólogo de 2017, tinha registado 3,4 milhões de unidades vendidas.

Em termos de receita, estes resultados correspondem a um valor total de 1 bilião de dólares. Apesar de todos os cortes que a Sony tem vindo a efectuar, as perdas foram maiores que o esperado, com a marca Japonesa a acumular $265 de prejuízo, com as vendas em solo Europeu, América Latina e Médio Oriente, a serem avançadas como a principal razão para este desempenho.

2019 era apontado pela Sony como o ano da inversão de resultados. Os piores cenários tinham 2020 como altura para a empresa ser capaz de obter um desempenho positivo, com o 5G a ser um incentivo para a melhoria da prestação marca Japonesa. O cenário actual está longe do esperado, facto que já fez a Sony rever os seus objectivos, passando o final de 2020 a ser altura prevista para a inversão de resultados.

0 comments:

Publicar um comentário