29/08/2020

29/08/2020

Conheça os segredos das câmaras do Mi 10 Ultra


Com o Mi 10 Ultra a Xiaomi saltou para o topo da tabela DxOMark, e agora a empresa revela algumas das coisas que fez para atingir esse objectivo.


A câmara continua a ser um dos elementos a que os utilizadores mais valor dão ao seleccionarem um smartphone, e a tendência de adicionar mais e mais câmaras aos smartphones tem sido a táctica dominante nos últimos anos. No caso do Mi 10 Ultra temos um conjunto de câmaras de 48MP + 48MP (telefoto 5X) + 12MP (telefoto 2X) + 20MP (ultrawide), mas às quais a Xiaomi dedicou particular atenção para garantir que se destacavam da feroz concorrência de smartphones como os da Samsung e Huawei.


A câmara principal do Mi 10 Ultra recorre a um sensor capaz de captar imagens HDR de uma só vez, usando diferentes exposições para diferentes grupos de pixeis; e com isso é também o primeiro modelo da Xiaomi a poder gravar vídeo HDR10. Para garantir as melhores condições para o sensor, recorreu também a uma objectiva com 8 elementos ópticos, para reduzir as distorções (na câmara utrawide utilizou uma objectiva de 7 elementos); enquanto que câmara telefoto foi também necessária alguma engenharia óptica para reduzir a espessura das lentes.

Um esforço que deu frutos, ao garantir o primeiro lugar DxOMark para o Mi 10 Ultra, que se torna no novo campeão da fotografia a superar.

Por: Carlos Martins

0 comments:

Publicar um comentário