07/02/2018

07/02/2018

Xiaomi vai reforçar aposta no mercado Chinês em 2018


Depois de conseguir um elevado sucesso no mercado Indiano, e após chegar a Espanha e Itália, a Xiaomi redefine os seus objectivos, voltando a apostar no mercado Chinês, onde a luta pelos lugares cimeiros do pódio, está mais renhida que nunca.


Lei Jun, Chairman e CEO da Xiaomi, na carta que anualmente envia aos seus trabalhadores, passou em revista os aspectos mais importantes de 2017, realçando o facto de este ter sido um ano bastante positivo para a marca chinesa, tendo a Xiaomi conseguido inverter a tendência que apresentou nos tempos mais recentes.


"Innovation determines how high we can fly, while product quality determines how far we can go."


Em 2017, a Xiaomi obteve mais de 100 mil milhões de RMB em receita, tendo no quarto trimestre de 2017 chegado ao quarto posto em termos de envio de smartphones para o retalho. O Sr Jun acredita que este crescimento se deve ao investimento em inovação e na melhoria da qualidade dos seus produtos.


"Only by winning in China, can we win in the rest of the world."


A Xiami já está presente em 70 países e regiões, estando no top 5 em 16 mercados. No maior mercado fora da China, a Índia, a marca chinesa conseguiu ultrapassar a Samsung, passando a ocupar o primeiro lugar neste país.

Para 2018, o CEO planeou um contra ataque, regressando em força ao mercado chinês, pois acredita que só assim poderá melhorar ainda mais. Cá estaremos para ver como corre esta nova estratégia, esperando naturalmente que a aposta nos mercados ocidentais se mantenha, se possível até, que seja reforçada com mais equipamentos.

0 comments:

Publicar um comentário