02/11/2018

02/11/2018

Honor Magic 2 chega com 6 câmaras e um preço super competitivo



Há muito que a Honor deixou de ser vista como "a sub-marca" da Huawei. Os smartphones apresentados por esta última, são cada vez mais capazes de se bater com as propostas da concorrência, não ficando muito a perder para os topo de gama.

A estratégia não é nova, com a OnePlus a ser um excelente exemplo de como uma abordagem mais directa, pode ser uma boa opção. A própria Xiaomi não teve outra forma que não apostar em algo semelhante, com o Pocophone a ser uma forte aposta para combater os OnePlus.

A Honor tem igualmente lançado propostas muito interessantes, como o Honor Play, que foi apresentado na IFA 2018. Neste evento, a Honor levantou a ponta do véu sobre o sobre o seu próximo smartphone, o Honor Magic 2, que agora foi formalmente apresentado.


Um topo de gama low budget

O Honor Magic 2 pode ser visto como um casamento entre o design do P20 Pro e o hardware do Mate 20 Pro, se bem que com algumas diferenças.

O ecrã deslizante é uma das novidades. A Honor segue uma das mais recentes tendências (Xiaomi Mi Mix 3, Oppo Find X), com um ecrã deslizante, que permite esconder as câmaras e sensores, evitando desta forma utilização do controverso notch.

Em termos de hardware, o  Honor Magic 2 apresenta o novo Kirin 980, ecrã OLED 6,4" FullHD+ com um sensor de impressão digital sobre este último, 6 ou 8GB de RAM e 128 ou 256GB para armazenamento. A bateria tem 3400mAh e suporta o novo sistema SuperCharge, com capacidade de carregamento até 40W.


A tripla câmara traseira com um sensor 16MP RGB + 24MP monocromático + 16MP angular ultra wide, semelhante ao apresentado pelo P20 Pro. Na frente, mais três câmaras, com16MP + 2MP + 2MP.

Em termos de preços para o mercado Chinês, temos 480€ para a versão com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento, indo até aos 600€ para os 8GB de RAM e 256GB para armazenamento.

Vai estar disponível neste mercado a partir do próximo de 6 de Novembro, não havendo ainda informações relativamente a uma possível chegada aos mercados Ocidentais.

0 comments:

Publicar um comentário